linda
Ser leve

Em 2017: Está na hora de se achar linda

Sua musa de Instagram é LINDA! Ela é magra. Loira. Alta. Tem olhos azuis. Todo mundo acha ela linda. Principalmente você, que acha ela MARAVILHOSA.

Não importa de onde ela vem… pode ser uma atriz famosa, pode ser uma blogueira que todo mundo conhece, ou pode ser sua amiga, uma conhecida, ou aquela menina que trabalha no mesmo lugar que você.

Fato é que você olha pra ela e pensa: “Ah, ela tem sorte, vai vendo, com esse biotipo não tem os mesmos problemas de auto estima que eu, deve ser ótimo ser ela”.

ser linda

A vida é muito mais fácil para quem está dentro dos padrões que a sociedade joga na nossa cara. Que as revistam enfiam na nossa goela.  Para o mundo, é mais “lindo” ser branca ou ser negra? Ser magra ou ser gorda? É mais “lindo” ter cabelo loiro ou cabelo roxo? É mais “lindo” ter olhos azuis ou pretos? Infelizmente, infelizmente mil vezes, é a primeira opção em todos os exemplos que citei. A diversidade não é bem vista pela maioria. Quase todo mundo gosta de uma “Barbie”.

Dito isso, e compreendido que o mundo é mil vezes mais cruel com quem não está no padrão, vamos lá.

Já parou para pensar uma coisa, principalmente quando você está observando essa pessoa e vida perfeita: quando a mulher é puramente um padrão, isso NÃO SIGNIFICA que tem a auto estima alta e que sua vida é uma maravilhosa o tempo inteiro.

Não se engane jamais, querida amiga.

Porque a loira, magra, alta, de olhos azuis também lê a revista, também recebe crítica da mãe, também é traída pelo namorado e também se sente inadequada. Ela também pode se sentir feia e errada.

Os padrões são tão rígidos que muitas vezes até quem está no padrão se sente fora dele. Ou então está dentro dele porque sofre que nem louca – de maneiras que você nem imagina – para se encaixar nele. Seja por meio de dietas que acabam com a saúde, seja por meio de plásticas que ela nem precisava, seja fazendo chapinha até o cabelo cair, seja gastando horas e horas e horas de cada dia na frente do espelho se arrumando para tentar ser perfeita.

E outras mulheres, talvez não tão aceitas pelos outros, estão mais felizes consigo mesmas. Talvez você esteja mais feliz que a Barbie. Talvez, até, você se sinta mais bonita do que a Barbie se sente. Já pensou?

 

Leia Também

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *